Mar avança e destrói mais uma barraca na orla de Belmonte



   

Mais uma barraca foi destruída pelo mar no município de Belmonte, no extremo sul da Bahia. Não houve feridos. O caso aconteceu na noite de quarta-feira (29), na Praia do Mar Moreno, a mais atingida pelo avanço do mar e erosão costeira que ocorre na região há mais de um ano.

Conforme a Secretaria do Meio Ambiente da cidade, o caso aconteceu no período de maré alta. Não havia ninguém na barraca, chamada Guaiamum, no momento do ocorrido.

Equipes da secretaria e da Defesa Civil já retiram os objetos da cabana. Os entulhos que ficaram na praia devem ser retirados ainda nesta quinta-feira (30). Por volta das 13h30, a maré já havia subido novamente. O trabalho deve ser concluído quando a maré baixar.

Conforme o secretário do Meio Ambiente, Raimundo Abelha, cerca de 4 barracas que existiam na praia do Mar Moreno foram destruídas antes dessa desde que o mar começou a avançar na região. Seis cabanas ainda permanecem no local, mas com pouca procura, pois o movimento diminuiu devido à situação.

A área litorânea de Belmonte está em situação de emergência por 180 dias, contados do dia 13 de setembro, por causa da erosão, que tem causado prejuízos. O turismo e comércio da região têm sido bastante afetados pela situação.

Em setembro, a força da maré já tinha antigido cabanas e árvores. Até a praça do Mar Moreno foi tomada pela areia. A Secretaria Municipal de Infraestrutura e Meio Ambiente e a Defesa Civil fizeram ações para conter a erosão e aguardam recursos para realizar projetos de recuperação na região.